segunda-feira, 16 de novembro de 2020

"Guia Informativo e Roteiro das Ruas de Algueirão- Mem Martins"

Descobrimos agora uma preciosidade com 46 anos: um interessante guia sobre Algueirão-Mem Martins intitulado, "Guia Informativo e Roteiro das Ruas de Algueirão-Mem Martins".

A publicação foi editada em 1974 (no início, certamente) por José Brandão de Almeida, contando com 131 páginas, ao longo das quais são registadas várias informações úteis (serviços públicos, entidades, horários dos serviços e dos transportes públicos) e descritas as ruas das povoações de Algueirão e Mem Martins e os "serviços e actividades comerciais e industriais" - de Adelos (fui ver ao dicionário: "Estabelecimento onde se vende roupalivros ou outros objectos usados"), passando por Mercearias, até "Vinhos e Petiscos".

O livro abre com uma nota do editor e outra do então presidente da Junta de Freguesia, Eduardo Sarmento da Cunha Viana; a última página é um mapa, a "Planta parcial da freguesia de Algueirão-Mem Martins".

Passaram 46 anos, é muito interessante ver as diferenças entre uma povoação pré-industrial (mais semirrural...) e a pujante vila de hoje (com todas as insuficiências ainda registadas), maior freguesia do país; como dizia José Mário Branco, "o que eu andei p'raqui chegar"...








domingo, 15 de novembro de 2020

Pontão medieval de Coutinho Afonso - limpeza dos acessos

Voltamos a falar do pontão medieval de Coutinho Afonso por novas boas razões: o acesso norte foi agora limpo, como o documentam as fotografias seguintes.

Desta vez no processo que levou a esta desmatação esteve também outro serviço municipal, o Gabinete Técnico Florestal, a quem os habitantes de Coutinho Afonso agradecem. 

Uma nota para a obstrução que ainda se verifica no topo superior do acesso norte ao pontão, ou seja, a ligação entre a área agora limpa e a estrada nacional ainda não é possível; temos noção que essa desobstrução só será possível com meios pesados que permitam mover grandes pedras e outros obstáculos que, acidentalmente ou não (alguns serão mesmo não...), aí se encontram há já vários anos.



domingo, 1 de março de 2020

Pontão medieval de Coutinho Afonso finalmente a descoberto!

Pois, finalmente o pontão medieval de Coutinho Afonso foi posto a descoberto...

Depois de uma longa "troca de correspondência" com os serviços da câmara,  no passado dia 27 de fevereiro foi finalmente efetuada a limpeza do acesso sul à ponte:


Um agradecimento aos serviços da Divisão de Higiene e Limpeza Urbana da câmara de Sintra por este excelente trabalho.

Falta agora a limpeza do acesso norte à ponte que, de acordo com o e-mail de resposta da câmara, será realizado pelos serviços do seu Gabinete Técnico Florestal .

Faltará também resolver o problema da apropriação indevida de espaço público circundante da ponte por um particular, bem como a regularização de atividades certamente "não declaradas e ambientalmente condenáveis" nas imediações...

Relembramos que, de acordo, com o Arqueólogo Rui Oliveira, o pontão de Coutinho Afonso é medieval e que ele se situa em local que "No período romano Coutinho Afonso era atravessada por uma “(…) grande estrada romana que ligava Belas, Suimo, Casal da Mata, Coutinho Afonso e irá provavelmente ter ao Ramalhão.” [2]

domingo, 9 de fevereiro de 2020

Pêro Pinheiro - Projeto Stone CITi Centro de Inteligência e Tecnologia da Indústria da Pedra Natural

Em Pêro Pinheiro, na antiga fábrica Pardal Monteiro, foi ontem - 08 de fevereiro - efetuado o lançamento do Projeto Stone CITi Centro de Inteligência e Tecnologia da Indústria da Pedra Natural, um projeto que certamente orgulha todos os sintrenses.




domingo, 22 de dezembro de 2019

A flor de Natal da região saloia

A Gilbardeira, também conhecida por "Javardeira", é a flor de Natal da região saloia, podendo ser encontrada em locais frescos e sombrios como na "serra/ Penedo" de Coutinho Afonso.

Era da tradição em tempos idos ir ao Penedo nas semanas anteriores ao Natal colher o musgo e também a Gilbardeira, com grande cuidado para não deixar cair as sua "bolinhas" vermelhas; estas flores/ arbustos eram depois colocadas num jarro com água, onde se mantinham bem verdejantes muito para além do Natal. Depois de secas ainda serviam para varrer, daí o nome de "vasculhos" por que também são conhecidas.

 

sábado, 31 de agosto de 2019

Festas de Nossa Senhora da Luz 2019

Realizam-se nos próximos dias 6, 7 e 8 de setembro as tradicionais festas em honra de Nossa Senhora da Luz em Cortegaça e Coutinho Afonso.


O programa divulgado no Jornal de Sintra do passado dia 28 de agosto:
No dia 6, início da festividade, será celebrada missa às 10.30, e às 17 h actuará o Rancho Folclórico “As Lavadeiras” do Sabugo. Em seguida apresentar-se-ão o Grupo Coral do Centro de Convívio dos Pensionistas e Idosos de Maceira e o Rancho Folclórico “As Mondadeiras” do Algueirão, e às 21.30 haverá karaoke e danças de salão com o grupo do Sporting Club de Cortegaça.
No dia 7, às 21.30, realizar-se-á a Procissão das Velas, que sairá de Coutinho Afonso; e às 22.30 terá lugar o baile, abrilhantado pelo conjunto Renascer.
Dia 8, terça-feira, às 15 h, a Banda da S.F.I.R.F. de Lameiras percorrerá as ruas de Coutinho Afonso e Cortegaça, na recolha dos cargos, e às 16.30 será celebrada missa, seguida de procissão. Às 18.30 a mesma banda realizará um concerto, e às 22 h haverá baile, ao som dos acordes do conjunto HPP.
No dia 9, quarta-feira, a encerrar os festejos realizar-se-á, às 18 h, uma divertida garraiada.